sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Escravos da Estética

Não sei se você sabe mas o conceito de belo e beleza mudam ao longo do tempo, sofrendo metamorfoses e transformações. Por muito tempo na antiguidade o conceito de beleza feminina por exemplo era o de mulheres voluptuosas que para os padrões atuais seriam consideradas acima do peso. Existem até muitas estátuas pré-históricas remetidas a Vênus, tais mulheres eram muito valorizadas e reverenciadas naquela primeva Sociedade. O padrão de beleza atual, de mulheres esguias, altas e magras advindo do mundo da moda e passarelas é bastante recente, até a Renascença o padrão feminino de beleza era o de mulheres voluptuosas, como pode se observar nos quadros de musas que inspiraram grandes pintores da era medieval. Sócrates foi um dos primeiros a discutir a questão da estética na Filosofia, que nada mais era do que a expressão do belo, cujas artes como a cerâmica, escultura e pintura tentavam retratar e que mais tarde seriam incorporadas à linguagem. Sócrates recusava-se a discutir tal questão por refutar os conceitos de belo da época e mesmo por considerar-se incapaz de julgar e explicar o belo em si. Platão amplia a questão ao considerar alguns ingredientes presentes na estética e que valorizamos ainda hoje quando nos referimos a qualquer pessoa ou objeto que consideremos belo tais como proporção, harmonia e união, o juízo de valor que Platão fazia a respeito do belo era mais abstrato e portanto idealizado, que dentro de sua teoria a respeito do mundo das idéias, a verdadeira beleza não poderia ser percebida no mundo sensível, já que esta seria uma cópia imperfeita do mundo perfeito das idéias. Portanto nesta visão a beleza apesar de apreciada, nada mais seria do que uma idéia, algo a ser contemplando e não necessariamente possuído. Já Aristóteles discípulo de Platão, vai buscar justamente o contrário, no mundo sensível e das formas a apreensão do conceito de beleza, retirando-o da idealização e concretizando-o na forma exterior. Hegel por exemplo também aborda a questão da beleza, de uma certa forma resgatando as premissas de Platão acerca de beleza como algo emanado de dentro e não de fora do individuo, praticamente como uma idéia espiritual de virtudes que possuiríamos. Porém o que vemos imperando na mídia e Sociedade são os conceitos Aristotélicos de beleza como sendo algo externo, e portanto possível de ser medido e catalogado, como se pessoas fossem marcas ou produtos a serem comercializados como escravos. A beleza quando motivada pelo externo traz sofrimento ao individuo, pois sob qual ponto de vista iremos nos referir para determinar se alguém é belo ou não ? Um cientista ou diria esteticista, afirmaria pelas simetrias do corpo e face. E o que fazer se o padrão de beleza exterior não for compatível com o esperado da Sociedade em que você se insere ? Bem não chore ! Existe hoje no mercado cosumidor muitas opções cosméticas e estéticas modernas, a fim de transformá-lo em um verdadeiro Frankenstein da beleza. Entenda que não estou fazendo uma apologia contrária à cirurgia plástica, principalmente as reparadoras, acredito que é uma escolha pessoal de cada um... Mas eu não resisto em questioná-lo(a) a respeito... Você se submeteria a uma cirurgia se estive-se satisfeito(a) com a sua aparência ? E mais quem disse que não têm uma boa aparência ? Em que momento você notou isso ? Talvez na infância quando estava formando a sua personalidade, ou mesmo na adolescência quando perdeu as formas da infância, ou talvez quando seus colegas faziam comentários depreciativos a respeito da sua imagem exterior ! Agora suponhamos por um momento, que a moda que se perpetuou por mais tempo volta-se com toda força ! E o seu tipo de beleza exterior passa-se a ser valorizada nesta nova Sociedade !!! Eu lhe pergunto novamente, você se submeteria a uma intervenção estética ? Creio que a resposta provável seria não... você não faria mais... e sabe o por quê ? Porquê o conceito de beleza é algo construído... e você foi levado(a) a acreditar de que não era belo(a) o suficiente... e aprendeu isso... tornando-se uma crença compartilhada não só por você... mas por toda as pessoas com quem você se relaciona... Por causa da estética valorizamos apenas a casca, a aparência exterior !!! Nos esquecemos de Platão e Hegel que eram amantes das virtudes humanas... E diante destas escolhas, milhares de adolescentes manifestam novas doenças “modernas” inexistentes até então, a fim de conquistarem uma aparência exterior idealizada... os casos de bulimia e anorexia nas garotas e o uso de anabolizantes e over training (excesso de treino) ou Complexo de Adônis e Vigorexia nos rapazes, que muitas vezes sofrem lesões iguais aos dos Atletas Profissionais na conquista do corpo perfeito, vem chamando a atenção dos estudiosos da área. Sou adepto de uma expressão de vaidade moderada e exercícios físicos atrelados à qualidade de vida e saúde, que trazem uma harmonização e elevação da auto-estima, e não a escravidão de uma industria que criou uma realidade distorcida da verdadeira beleza, que em minha opinião juntando coro a Platão e Hegel deve fluir de dentro para fora e não só para fora como na lógica Aristotélica... que acabou por influenciar a maioria das idéias do Positivismo e Materialismo Ciêntifico. Logo abaixo segue um clip de música, com uma critica contudente a este movimento de culto a beleza superficial. As idéias também servem ao publico masculino, portanto mulheres não se sintam ofendidas, este é o vídeo que encontrei com fins de provocar uma reflexão critica !!! Quem souber de outros clips com conteúdo politico e ou de critica social, me infome para futuras postagens...

“O belo é o esplendor da verdade” Platão

Namastê !

Mentes Aprisionadas


Segundo Pierre Weill Psicólogo Transpessoal Francês e idealizador da Unipaz vivemos em uma Sociedade Normótica que é um conjunto de normas, conceitos, valores, estereótipos, hábitos de pensar ou agir, que são aprovados por consenso ou pela maioria em uma deteminada sociedade e que provocam sofrimento, doença e morte. Existe uma crença bastante enraizada, relacionada ao que a maioria das pessoas pensam, sentem, acreditam ou fazem, que deve ser considerado como normal servindo de guia para o comportamento de todo mundo e mesmo de roteiro para a educação. O resultado disso é o que vemos... mentes aprisionadas, todos seguindo uma mesma tendência, mesmo comportamento, todos agindo de uma forma coletiva e ditando o que é Ser uma Pessoa Normal. E a pergunta que não quer calar e que desejaria que respondesse é: O que é Ser uma Pessoa Normal ? E ainda o que não é normal ou anormal ? Você já parou para pensar o quanto os seus hábitos e atitudes tem a ver com as crenças do que outros esperam de como você deve se comportar !!! E para atender tais expectativas você age exatamente da maneira como esperam que você se comporte !!! Pois é... difícil não !!! Consumimos produtos que nem precisamos... fazemos compras para nos sentirmos felizes e preenchermos um vazio existencial... Tomamos um Prozac a pílula da felicidade... saiba que pouquíssimas pessoas sofrem da verdadeira Depressão com causas Orgânicas... sem falarmos no Viagra... utilizado por jovens induzidos por novelas e filmes... que precisam ter uma ótima performance com seus parceiros(a). Para combatermos a Normose que encontramos na Sociedade precisamos de Originalidade... Não no sentido de egocentrismo, narcisismo ou individualismo exacerbados !!! Mas de uma reflexão critica acerca de suas crenças, valores e hábitos de vida... o que realmente você deseja Fazer e Ser ? no que você acredita a respeito da vida ? Você já se perguntou qual o seu proposito de vida a sua Missão ? Hoje observamos crianças já dizendo que querem ser tal profissão porquê serão ricas... sem ao certo saberem ainda se possuem as aptidões para a profissão que desejam ou mesmo se esta irá satisfazer aos seus anseios pessoais. Confúncio Filósofo e Educador Chinês já dizia a muito tempo a seguinte prerrogativa: “escolhe um trabalho de que gostes, e não terás que trabalhar nem um dia na tua vida.” Um exemplo desta situação de Normose é um fenômeno que está ocorrendo na área da Saúde, quase não há mais estudantes na área de Pediatria, pois estão migrando para outras áreas mais rentáveis da medicina como a Ortopedia por exemplo... grande parte dos Médicos se concentram em São Paulo enquanto em outras regiões do País há uma grande carência destes profissionais... Sei que isso se trata de uma condição de desigualdade Social, Econômica e Territorial do País, entre outros fatores Sociológicos... mas tal fato não nos impede de concluirmos que também se trata de uma Patologia Normótica incutida em Mentes Aprisionadas !!! Agora mais uma vez eu venho a indagá-lo você se considera um Normótico ???

Para o Filosófo Existencialista Martin Heidegger “O homem está especialmente mediado por seu passado: o ser do homem é um "ser que caminha para a morte" e sua relação com o mundo concretiza-se a partir dos conceitos de preocupação, angústia, conhecimento e complexo de culpa. O homem deve tentar "saltar", fugindo de sua condição cotidiana para atingir seu verdadeiro "eu".”

“O tempo é uma ilusão produzida pelos nossos estados de consciência à medida em que caminhamos através da duração eterna.” Sir Isaac Newton

É Observando que Aprendemos


O Monge e o Rio

O discípulo Cheng se preparava para liderar seu povo. Procurou, então, o monge Lin.

Mestre, já estou pronto para assumir o meu posto.

Observe este rio: qual a importância dele? – perguntou Lin, do alto de uma montanha. Cheng observou o rio, seu vale, a vila, a floresta, os animais e respondeu-lhe:

Mestre, este rio é a fonte do sustento da nossa aldeia. Ele nos dá água que bebemos, os frutos das árvores, a colheita da plantação, o transporte de mercadorias, os animais que estão ao nosso redor e muito mais. Sem ele, não estaríamos aqui. Nossos antepassados construíram este templo e estas casas, justamente por causa deste rio. Nosso futuro depende do futuro dele.

O monge Lin colocou a mão na cabeça do discípulo e pediu-lhe que continuasse a observar. Os meses se passaram. O mestre procurou Cheng.

Observe este rio: qual a importância dele? – Perguntou Lin, do alto da mesma montanha.

Mestre, este rio é fonte de inspiração para o nosso povo. Veja sua nascente: ela é pequena e modesta, mas com o curso do rio se torna forte e poderosa. Esse rio nasce e tem um objetivo: chegar ao oceano. Mas sabe que, para chegar lá, terá de passar por muito lugares e por muitas mudanças. Terá de receber afluentes, contornar obstáculos. Como o rio, temos de aprender a fluir. O formato do rio é definido pelas suas margens, assim como nossa vida é influenciada pelas pessoas com as quais convivemos. Os rio sem suas margens não é nada. Sem nossos amigos e familiares, também não somos nada. O rio flui de acordo com o terreno; nós também temos de aprender a desviar nossas rotas. O rio nos ensina que uma curva pode significar a solução de problemas, e isso não o desmerece. Logo após a curva, podemos achar um vale que desconhecíamos. O rio tem suas cachoeiras, suas turbulências, mas continua em frente, porque tem um objetivo. O rio nos ensina que uma mudança imprevista pode ser uma oportunidade de crescer. Veja no fim do vale: o rio recebe de braços abertos um novo afluente e, assim, torna-se mais forte. Nós temos de mudar e os adaptar, mas os nossos sonhos e objetivos estarão sempre presentes ao longo de todo o caminho. Observo também que o rio não pergunta o que ele pode usufruir da árvore, e sim como pode ajudar a árvore. É como se o “eu” se realizasse pelo “nós”. Ajudando a árvore, os pássaros e animais, o rio, indiretamente, ajuda a si próprio.

O monge Lin colocou a mão na cabeça do discípulo e pediu-lhe que continuasse a observar. Os meses se passaram. Novamente o mestre perguntou:

Observe este rio: qual a importância dele?

Mestre, vejo o rio em outra dimensão. Vejo o ciclo das águas. Este água que está indo já virou nuvem, chuva e penetrou na terra várias vezes. Vejo as enchentes e também quando o rio parece secar. Vejo que o que chamamos de mudança é parte de um ciclo maior, que se manifesta vez por outra, isto é, a enchente e a seca. O rio nos ajuda a não observar apenas a parte aparente desse fluxo, e isso é a mudança. A enchente e a seca do rio fazem parte de um processo maior. Para entendê-los, temos de enxergar todo o ciclo. Entendendo o ciclo, a mudança deixa de ser inesperada e passa a ser esperada. Sempre que nós chamamos de algo de mudança é porque não estamos percebendo o ciclo maior. O rio nos mostra que, se aprendemos a perceber esses ciclos, o que chamamos de mudança será apenas a continuidade do ciclo. Será que serei capaz de entender o fluxo da vida?

O monge colocou a mão na cabeça do discípulo, sem responde-lhe a pergunta, e pediu-lhe que continuasse a observar. Os meses se passaram. Novamente o mestre perguntou:

Observe este rio: qual a importância dele?

Mestre, este rio me mostrou que, cada vez que eu o observo, aprendo algo novo. É observando que aprendemos. Não aprendo quando as pessoas me dizem algo; aprendo quando as coisas fazem sentido para mim. A observação é o aprendizado, quando sabemos contemplar.

Vá e siga o seu caminho, meu filho. Como é difícil aprender a aprender.

Fonte: Livro Liderança e motivação – Série FGV
Namastê !

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Uma Visão sobre Fernão Capelo Gaivota

RESUMO
Fernão Capelo Gaivota é a estória de uma Gaivota, que a exemplo de muitos homens, rompeu com os paradigmas de sua época e resolveu ousar ao acreditar que uma Gaivota poderia voar mais alto e mais rápido do que qualquer outra Gaivota em sã consciência imaginava ser possível, e que a vida era muito mais do que viver em função de comida, e brigar a cada dia por um peixe... Para isso teve de superar inúmeros obstáculos dentre eles físicos uma vez que o corpo de uma Gaivota não fora feito para voar como um Falcão, e psicológicos da falta de apoio da família ao bando, que o expulsara por acharem suas idéias a respeito do vôo das Gaivotas, revolucionário e perigoso demais para as Gaivotas...

É a partir daqui, ao ser banido que a Jornada rumo ao autoconhecimento e auto descobrimentos se inicia para Fernão, que vive em liberdade durante uma longa vida, até ser acolhido por um novo e diferente bando onde conhece uma Gaivota chamada Chiang que apesar da aparente idade avançada, lidera o bando e passa a treinar pessoalmente Fernão...

Dado o termino do treinamento, Chiang dirige-se para um novo plano de existência e deixa a Fernão a incumbência de passar a mensagem do que aprendeu adiante, passado um tempo após ter treinado novas Gaivotas que chegavam ao bando, Fernão passa a refletir sobre a diferença que faria se Chiang houvesse aparecido em sua vida antes, e resolve partir em auxilio de alguma Gaivota que assim como ele tivesse sido expulsa de seu antigo bando...

É então que Fernão se depara com Francisco Coutinho Gaivota, uma Gaivota rebelde que acabara de ser expulsa do seu bando, com o auxilio de Fernão passa a perceber um propósito maior para a sua existência, do que o sentimento de vingança, ao assumir para si a responsabilidade de transmitir os conhecimentos recebidos de Fernão, adiante para o novo bando que se formou. E com isso continuar o processo de aprendizagem infinito pelo qual todos nós passamos...
INTERPRETAÇÃO
A estória de Fernão Capelo Gaivota nos remete a própria vida de Cristo e mesmo a Alegoria da Caverna de Platão, em ambos os casos trata-se de alguém que despertou da ilusão, e por isso tornou-se especial e ao mesmo tempo visto como inimigo da Sociedade, justamente por mostrar que o modo de vida desta Sociedade era ilusório, e que uma verdade mais profunda romperia com os códigos e tradições seculares ou milenares do jeito de viver de um povo, as colocando em cheque... Há um simbolismo presente no mito do eterno retorno e na arquetípica jornada do herói, que recebe o chamado da aventura, abandona o lar e a família, passa por provações e obstáculos, enfrenta a própria morte, renasce, recebe um conhecimento místico, regressa ao lar, sendo recebido como verdadeiro herói... No caso de Fernão assim como Cristo, opera milagres e é visto como santo ou demônio, forma discípulos que abandonam tudo para segui-lo, para encontrar um mestre que os guiará rumo à luz nas trevas do mundo ordinário... Podemos associar Fernão como sendo um Buda, aquele que despertou da ilusão e atinge o Nirvana, mas por compaixão regressa para ajudar outros a se iluminarem e saírem do Samsara... Francisco Coutinho Gaivota é o primeiro discípulo auxiliado por Fernão, a exemplo de Lazaro que é ressuscitado por Cristo, o mesmo ocorre com Francisco que atrai a ira das Gaivotas neste momento, cujo medo faz com que o bando a aniquilem tal como fora feito com Cristo na Cruz e ao final ascende ao céu... As Gaivotas vêem Fernão como filho da Grande Gaivota (Deus), mas a mensagem é que todas também o são... Francisco Coutinho Gaivota tal como Saulo que se torna Paulo e foi o difusor do Cristianismo no mundo, passa a levar a mensagem de Fernão adiante ao novo bando que se formara ao seu redor, levando a missão de Fernão adiante, da condição de discípulo para mestre... Acredito que a principal mensagem do livro, é a de que todos somos alunos e mestres, passamos por um ciclo de aprendizagem que se perpetua e se repete desde que existimos neste mundo... Podemos acumular um conhecimento todo de uma vez tal como ocorrera com Fernão, ao não se conformar com o mundo ordinário e “iluminar”, transmitindo esta mensagem adiante de progresso para um bando que deseje perceber que a vida é mais do que dor e sofrimento, que é possível romper com este eterno ciclo do qual nos encontramos agrilhoados...
"Vivemos no mundo do irreal onde tudo o que vemos é somente uma sombra imperfeita de uma realidade mais perfeita" Platão

Namastê !

sábado, 15 de agosto de 2009

Saindo da MATRIX - Parte I

O que é Realidade ??? Podemos falar em um modelo de realidade partilhado pela Ciência Natural dentro de um Paradigma Newtoniano Cartesiano, o qual somos educados desde a mais tenra idade a compartilhar como o verdadeiro modelo aceito pela Sociedade. Neste aspecto consideramos como realidade aquilo que percebemos através dos 5 sentidos e pode ser compartilhado igualmente por pessoas diferentes... Este modelo de realidade leva mais em conta os fatores externos... aos internos... se alguém discordar deste modelo deve comprovar concretamente a sua opinião... Ao contrário para as ciências humanas... principalmente a Psicologia, afirma que a subjetividade do individuo, isto é suas crenças e experiências de vida podem influenciar na sua percepção de mundo (idéias partilhadas pela Gestalt). Os Animais são capazes de ouvir e ver coisas que não percebemos naturalmente... Com o Microscópio percebemos uma natureza diminuta e com o Telescópio uma natureza distante... Com a Neurologia aprendemos que não vemos com os olhos... mas com o cérebro, já que este é o responsável por interpretar os sinais elétricos captados por nossos órgãos sensoriais... Hoje com as teorias da física quântica ficamos ainda mais confusos quanto ao conceito de realidade... ao afirmar que não tocamos em nada... que tudo o que sentimos é efeito da vibração de moléculas... comparando-as como uma bola cheia de ar... que apesar do tamanho e peso constituidos... é vazio em seu interior... e mesmo ao tocarmos em algum objeto o efeito é como o de imãs de mesma polaridade se repelindo... que na realidade toda a matéria, que tocamos e percebemos é formada por... pasmem, imagine só... Vazio... por vibrações que o cérebro capta e transforma em imagens e sons... E agora como podemos distinguir a vigília (acordado) do sonho (dormindo) ??? Se ambas as experiências de realidade são semelhantes !!! por mais bizarro que um sonho possa ser... no momento em que estamos adormecidos... isso não nos causa estranheza... mesmo em vigília, nos devaneios ou pensamentos... criamos imagens e sensações semelhantes às físicas exteriores... Sob o ponto de vista Neurológico e Orgânico não há diferenciação (se o mapearmos em uma máquina de EEG)... a não ser para a nossa Consciência capaz de distinguir Sonho de Realidade !!! Hoje não conseguimos viajar fisicamente no tempo... mas a Mente sim... tornando cada vez mais difícil a definição do que é o "verdadeiro" conceito de realidade !!! Temos de nos referir sob qual paradigma estamos na verdade utilizando para descrever esta experiência... é quase uma questão insolúvel... será que existe uma realidade (ou uma única) ??? Descartes se fazia a mesma pergunta... se seria real... se o mundo que percebemos era real... se tudo não era uma grande e bizarra brincadeira de um Demiurgo... se não seríamos na realidade pensamentos... devaneios deste Demiurgo... foi então que afirmou que poderia apenas provar a sua própria existência... que todo o restante poderiam ser ilusões... mas o fato de ser autoconsciente por si só já comprovava de que era real... e disse: Cogito Ergo Sun – Penso Logo Existo e Dubito, Ergo Cogito, Ergo Sun – Duvido, logo penso, logo existo... Tal como Descartes considero que a única coisa que realmente posso considerar como real é a minha presença neste momento... Todo o restante pode ser ilusão ou maya como diriam os Budistas... que tudo se trata apenas de uma experiência de vacuidade... de vazio... vazio este que preenchemos com nossas formas pensamento... Ou mesmo como na Alegoria da Caverna de Platão (em a República), pessoas acorrentadas por toda vida, vendo apenas sombras projetadas na parede, que ao libertar-se dos grilhões, pode constatar a realidade da superfície fora da caverna, verdadeira responsável pelas projeções que viam na parede. Por fim a realidade não é nada mais que apenas uma experiência pessoal (subjetiva), construída e compartilhada com outras pessoas. Que dentro de uma Visão Transpessoal de Mundo, estamos todos atuando diante de multiplas realidades ou dimensões... a qual pertencemos e nos conectamos uns aos outros !!! Mas eu me pergunto... o que a Sociedade faz com os habitantes da Caverna que se libertam dos grilhões da ignorância... e retornam para a Caverna após sua rápida incursão pela superficie ??? Bem talvez não seja muito dificil deduzirmos o que acontece... Não é mesmo !!! Sugestão para leitura: A República de Platão.

Agora !!! "Você pode escolher entre a pílula vermelha ou a azul" diz Morpheus a Neo no diálogo do filme. "Se escolher a azul você vai acordar de manhã em sua casa e sua vida vai permanecer a mesma. Mas, se escolher a vermelha, vai descobrir o quão funda é a toca do coelho da Alice". Qual você escolhe ???

“Uma vida que não é examinada não merece ser vivida” Sócrates

Namastê !

terça-feira, 11 de agosto de 2009

O que é PNL

A PNL sigla para Programação Neurolinguística foi criada por volta de 1973 por Richard Bandler (estudioso de áreas como Matemática, Ciências da Computação e Psicologia) e John Grinder (Linguista) que desenvolveram em conjunto, modelos e técnicas que demonstram a relação entre a mente (neuro) a linguagem (linguística - verbal e não verbal) e como sua interação pode ser organizada (programação) para afetar a mente o corpo e o comportamento do indivíduo. Estudando os melhores profissionais de sua época como Virginia Satir (terapeuta familiar), Milton Erikson (Psiquiatra e Hipnoterapeuta) e Fritz Perls (pai da Gestalterapia) que obtinham resultados rapidos com seus pacientes, os fundadores da PNL foram capazes de modelar (técnica utilizada para adquirir comportamentos e habilidades de forma rápida codificando-a e tornado-a disponivel a outras pessoas) tais profissionais, criando uma metodologia própria que abrangeriam recursos da terapia familiar, gestalt e hipnose, codificando-a e ampliando-a ao aliar-se as mais modernas teorias da computação, comunicação, cibernética e linguistica. A proposta da PNL se baseia na premissa de que podemos influenciar comportamentos, pessoas, e a si mesmo através de uma linguagem eficiente que o cérebro compreenda. É muito comum a analogia com o cérebro sendo o hardware e, a mente (pensamentos) o software, oferecendo a proposta de que podemos reprogramar o cérebro, retirando os bugs, ou erros do passado (ressignificando-os). A PNL estuda e codifica estratégias e habilidades de pessoas que se destacam em suas áreas de atuação. Estratégias como: liderança, auto-estima, comunicação, criatividade, flexibilidade e outras mais... tornando-as disponíveis para as pessoas que desejam obter recursos poderosos de forma rápida e dinâmica. Considerando que todos nós possuímos 5 sentidos, a PNL os subdivide em 3 sistemas representacionais classificando as pessoas como Visuais, Auditivas e Cinestésicas, todos nós logicamente utilizamos ambos os sistemas, porém um se destaca em relação aos demais. De posse destas informações estabelecemos empatia com os outros com mais facilidade. Uma das formas de descobrirmos qual o sistema preponderante é percebermos em uma conversa frases do tipo: (expressões visuais) eu vejo as coisas... olhando por esse lado... estava tudo muito brilhante... aquele jaqueta vermelha destoava na multidão... (expressões auditivas) era musica para meus ouvidos... nossa estava muito barulhento ou silencioso... ele tem um tom de voz muito agradável... nossa ele fala alto de mais... (expressões cinestésicas) você sentiu o que eu senti... aquele lugar me dá calafrios... a textura daquelas paredes eram muito ásperas... achei a sala muito apertada e abafada... Estas são apenas algumas expressões comuns, deve-se levar em conta o contexto e a frequência com que são ditas, já que participando em uma mesma conversa... podemos nos expressar utilizando de exemplos pertencentes aos 3 sistemas, é necessário praticar e, com o tempo será capaz de perceber um certo padrão dominante na conversa... Ao percebermos o padrão dominante de uma pessoa somos capazes de tornar a comunicação mais clara e eficiente, imagine só um vendedor visual tentando convencer o seu cliente cinestésico a comprar um carro baseado no design e cores ! O que você acha que aconteceria ? Provavelmente o cliente não levaria o carro ! O mais eficiente seria que o vendedor fala-se para que ele toca-se o carro... senti-se as curvas... senta-se no interior do mesmo e verifica-se o conforto... leva-se o carro para um test-drive... agora sim o cliente o levaria... e o vendedor estabeleceria a empatia com o cliente... Agora talvez você se questione... E se eu ficar em dúvida quanto ao sistema principal que a pessoa utiliza ? Bem como disse anteriormente, é requerido um certo treino de percepção e atenção... Na dúvida faça perguntas para clarificar (mas com certa discrição é claro) ! Nesta situação do vendedor caberia uma pergunta do tipo: O que o Sr. mais valoriza em um carro ? O cliente responderia: o conforto... a maciez da direção hidraulica... o cambio automático (não precisar trocar as marchas - conforto) ! E ai bingo... descobrimos o sistema que o cliente está utilizando naquele momento... e nos moldamos a situação em particular... E se estiver realizando uma apresentação em público para mais de uma pessoa ao mesmo tempo... o que fazer ? Em casos como estes, é necessário que os estimulos oferecidos estejam balanceados, agradando há pessoas visuais, auditivas e cinestésicas... Existem ainda muitas outros assuntos interessantes que a PNL propõem, que no futuro abordarei. Consulte em: http://pt.wikipedia.org/wiki/PNL. Sugiro a leitura do livro Introdução à Programação Neurolinguística do Joseph O´Connor para quem desejar aprofundar-se.

Namastê !

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Um Ponto Pálido Azul no Universo

Por quê lutamos e guerreamos ? Por quê nos achamos Superiores ? Por quê acumulamos mais e mais energia ? Se somos apenas um Ponto Pálido Azul no Universo !!! Sim a Terra vista a certa distância têm essa aparência... Estaremos a Sós no Universo ??? Se sim !!! Sobreviveremos a nós mesmos enquanto espécie ??? Até quando continuaremos a nos auto-aniquilar ??? Por que nos sentirmos tão grandiosos quanto realmente o somos ??? A verdade é que o Planeta e o Universo podem continuar sem a nossa presença... O Universo que conhecemos segundo a teoria do Big Bang teria uma idade aproximada de 13,7 bilhões de anos... O nosso Planeta segundo estimativas têm 4,56 bilhões de anos... Nós enquanto espécie única o Homo Sapiens Sapiens temos aproximadamente entre 130.000 a 200.000 anos, e somente a cerca de 10.000 anos é que deixamos de ser um povo caçador e coletor, época esta em que respeitavamos os animais e a natureza... que cultuávamos a divindade em todas as coisas... sim éramos primitivos... mas também possuíamos algo especial... que se perdera ao longo dos séculos e agora necessitamos recuperar... Os Dinossauros surgiram na Terra há 220 milhões de anos e dominaram por cerca de 160 milhões de anos... Se nos compararmos a eles somos apenas bebês ainda engatinhando... No entanto segundo as teorias mais aceitas... os Dinossauros se extinguiram devido há alterações climáticas no Planeta e a queda de um Grande Asteróide que provocou uma extinção em massa... Nós ditos Seres Humanos dotados de um Neocórtex desenvolvido e de um polegar opositor... o pouco que nos diferencia dos primatas... corremos o risco de não dominarmos por muito mais tempo a Terra... Se não Acordarmos quanto a nossas atitudes predatórias e descontroladas... estaremos nos condenando... O que é verdadeiramente Ser Humano ??? O que nos diferencia dos demais animais ??? Observamos que todos os animais são dotados de instintos... o qual lhes permitem em pouco tempo após o nascimento... reconhecerem de imediato o seu papel no Ciclo da Vida... E quanto ao nosso papel qual será ? Será que ironicamente nos desenvolvemos até aqui... para desaparecermos tal como a Terra... um pequeno ponto pálido e azul... ou será que faremos jus a nossa posição que ocupamos no Ciclo da Vida e dotados da inteligência que possuímos... aprenderemos a respeitar o outro... não só as pessoas, os animais e as plantas... mas o Planeta... que segundo alguns seria Gaia o maior dos Seres Vivos... se Gaia for um Ser... não demorará muito para que sejamos expulsos do Paraíso que por ora nos abriga... como nossa nave na imensidão do Cosmos... as condições de vida aqui encontradas são raras de acontecer no Universo... pelas equações de Drake a probabilidade de encontramos uma outra civilização como a nossa, mais primitiva ou evoluída são bem remotas... portanto somos todos um fenômeno muito raro... o que faremos sobre isso ? Continuaremos na mediocridade... ou avançaremos ao passo seguinte... e aprenderemos sobre qual o nosso lugar no Cosmos !!! Se chegamos até aqui... não foi por acaso !!! Mas o amanhã não sabemos !!! A vida com ou sem a nossa presença em algum lugar há de continuar !!! Podemos Ser os Mocinhos que salvam o dia... ou sermos lembrados como os Bandidos que roubaram a Terra e sua Vida... Qual destes Personagens escolheremos Ser ??? Pense !!! Você pode fazer a diferença !!!
“Se não existe vida fora da Terra, então o universo é um grande desperdício de espaço.” Carl Sagan

Namastê !

Visite: http://pt.wikipedia.org/wiki/P%C3%A1gina_principal

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Preserve o Planeta Terra

Em meio a tantas Doenças... em meio a tanto Caos em que Vivemos ou Sobrevivemos !!! O Planeta Terra clama por Nós... e pede para que mudemos nossos hábitos, valores e pensamentos... que herança recebemos e que herança deixaremos a posteriori... Depende exclusivamente de Quem a preservação do meio ambiente ??? quais são as nossas atitudes para com o Planeta hoje ? Somos Sustentáveis enquanto Pessoas ? Ou desejamos tudo aqui e agora... não importa quem sofra por isso !!! Se não nos mexermos e fizermos algo sobre isso agora... a cada instante se torna mais distante a recuperação do nosso Planeta... Que ações sustentáveis você pode comprometer-se a partir de hoje ? talvez não jogar mais lixo no chão... talvez separando o seu lixo orgânico do reciclável... talvez comprando produtos de empresas ecologicamente responsáveis... talvez utilizando uma sacola resistente para as compras no supermercado ou exigindo que este forneça caixas de papelão para acomodar as compras... evitando assim o acumulo de sacolas plásticas... que até no mar têm chegado e provocado o sufocamento de animais marinhos... talvez se filiando em algum orgão ou entidade (séria) relacionada a preservação ambiental e animal... talvez ajudando os menos favorecidos que você... talvez cobrando por leis mais severas para quem desrespeita o meio ambiente e os animais... talvez evitando o uso desnecessário do carro... como ir até a padaria da esquina ou a academia do bairro... andar faz bem a saúde e ao meio ambiente... cobre por mais ciclovias e transportes publicos (decentes) na sua cidade... vá ou ofereça carona a colegas de trabalho e vizinhos (que realizam o mesmo trajeto que você)... Com algumas destas ações o Planeta Terra agradece e respira aliviado... Não menos polêmico... mas alterando seu hábitos alimentares... toda a carne que você consome representa a devastação de vários hectares de terra... na forma de pastos (como na Amazônia), no plantio de grãos ou na utilização de água potável para os animais em cativeiro que nos alimentamos... Doenças como o da Gripe A H1N1 apelidada de Gripe Suína... ou outra não menos famosa como o da Vaca Louca... são decorrentes da forma como estes animais são tratados em sua maioria... ficando confinados em espaços pequenos por toda a sua vida... muitas vezes sujos... com uma alimentação super-protéica para engordarem rapidamente... reduzindo o tempo do abate e aumentando o lucro para quem os cria e comercializa... além dos inúmeros antibióticos que estes animais recebem para não adoeçerem... gerando mutações no vírus após o consumo humano... Alguns Supermercados já disponibilizam a carne com o selo Orgânico... referindo-se a um tipo de carne em que o animal vive solto e recebe uma alimentação natural, saudável e equilibrada para as suas necessidades... já é ao menos uma opção menos impactante ao meio ambiente e ao próprio animal tratado com mais dignidade... O resultado final hoje é: animais presos e infelizes... meio ambiente arrasado... qualidade do ar ruim... população doente e morrendo por culpa dos efeitos e alterações que nós mesmos provocamos... Desejo muito acreditar que este efeito que estamos vivendo hoje... por consequência de nossas escolhas de vida... sejam um indicio para uma tranformação radical de consciência e um novo patamar em nossa evolução... Espero somente que não tenhamos de destruir por completo o nosso Planeta para nos apercebermos disso... Agora depende de quem... para que tenhamos um Planeta melhor ???

Lex III: Actioni contrariam semper et aequalem esse reactionem: sine corporum duorum actiones in se mutuo semper esse aequales et in partes contrarias dirigi. (A toda ação há sempre oposta uma reação igual, ou, as ações mútuas de dois corpos um sobre o outro são sempre iguais e dirigidas a partes opostas.) Sir Isaac Newton

Namastê !

Não deixe de Ler a Carta da Terra: http://pt.wikipedia.org/wiki/A_Carta_da_Terra e visitar o Instituto Nina Rosa http://www.institutoninarosa.org.br/

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Quem você é ?

Quem você é ? é a pergunta do título acima... então me responda Quem você é ? agora que já respondeu podemos iniciar... presos ao que fomos e no que ainda estamos por Ser... O que verdadeiramente importa ? é o que Somos Hoje !!! o que Somos Agora !!! portanto pergunto mais uma vez... Quem você é ? vamos pare tudo !!! se concentre !!! e responda !!! Sim eu sei... é difícil responder em termos de Presente... ou mesmo manter o foco neste... Por quê ? por nos identificar com o que fomos no passado... ou nos tornaremos em um futuro breve ou longo... Talvez você se pergunte: Ora mas o passado não faz parte de mim ??? Da minha Identidade ??? De quem Eu Sou ??? Sim é claro que faz... é a sua biografia !!! Hoje você pode Ser diferente de quem era Ontem e de quem será Amanhã... Quantos dentre nós não se sente aprisionado a estas duas possibilidades: Passado e Futuro... e não vive um Presente repleto de surpresas e possibilidades... Um filósofo chamado Heráclito dizia que um homem não poderia banhar-se em um mesmo rio duas vezes, pois tanto o homem quanto as águas não seriam mais as mesmas... a água e o corpo humano têm a propriedade de renovar-se constantemente... Nossas células e neurônios estão em constante transformação... como é possível que nossa Identidade não seja perdida com tamanha transformação... pelo mesmo motivo de que o rio sempre será um rio enquanto não secar, apesar de as águas pelas quais é constituído sempre serem renovadas... Sabemos por exemplo através da Neurologia que os neurônios possuem uma capacidade plástica em assumir novas funções... dentre elas as de neurônios mortos... como ocorrem com pessoas que sofrem lesões cerebrais ou perda de massa encefálica... que em teoria não são capazes de realizar determinados movimentos ou funções ligadas a fala e memória... mas após um tratamento e reabilitação neurológica prolongada, se tornam novamente capazes... dentro das devidas proporções de cada caso... com baixa ou alta sequelas... Os neurônios não em mesma proporção, mas ainda sim como as células... também possuem a capacidade de renovar-se segundo pesquisas mais recentes publicadas em revistas cientificas especializadas... Sendo assim por que não viver o Hoje, o Presente ? O que lhe impede agora de Ser outra pessoa ? seus hábitos... suas redes neurais... as Sinapses que construiu ao longo da vida... Se deseja Ser diferente... terá de fazer coisas diferentes... lembra-se daquele caminho que os neurônios percorrem ao longo da vida... à partir das escolhas e hábitos que formamos... as tais Sinapses... pois bem... será necessário percorrer a partir de agora novos caminhos... instalar novos hábitos... e nada melhor para isso... do que possuir ou agregar crenças positivas... sim é isso mesmo !!! crenças !!! não, não se trata de religião ! Muito embora toda religião se baseie em uma crença e também a ciência não escape desta constatação ! Trata-se em saber dentro de um conjunto de crenças... quais são os seus valores ? em que você acredita ? o que lhe motiva ? a sua missão de vida ou propósito... e a partir daí modificar crenças negativas ou limitantes... por outras novas é claro !!! só que fortalecedoras e positivas... a PNL ou Programação Neuroligüistica (abordarei em breve) trabalha exatamente com este tipo de mudança interna... de atitudes... agora faço novamente a pergunta: Quem você é ? e agora talvez você já responda: Eu Sou o fruto das minhas escolhas no Passado, Presente e Futuro !!! Sou minhas crenças, valores e missão !!! Sou um Ser Especial e Único em todo o Universo !!! e não há outro no Cosmos igual a mim !!! Sou a combinação genética dos Ancestrais que me precederam !!! e como as águas de um rio estou em constate movimento !!! Consciente e Desperto !!! Vivendo o Aqui e Agora... cada momento do Presente... que recebo e não se repete... Sou capaz de perceber que estou Interconectado a Tudo... e por isso mesmo Sou capaz de influenciar todo o Universo... Sugestões para leitura: Poder Sem Limites, Antony Robbins e O Poder do Agora, Eckhart Tolle.

“Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo.” Sidarta Gautama, O Buda.

Namastê !